quinta-feira, 15 de maio de 2008

Taça Brasil 1968

Por Eduardo Coelho (Editoria de Esportes)

Organizada entre 1959 e 1968, todos os campeões estaduais disputavam o título em partidas eliminatórias de melhor de Quatro pontos. A competição tinha o objetivo de apontar os representantes do Brasil na Taça Libertadora das Américas, já que, na época, não existia campeonato nacional de clubes.

A Taça Brasil de 1968 foi a décima e última edição do torneio organizado pela CBD (Confederação brasileira de desportos), a fim de indicar o campeão para a Taça Libertadores da América de 1969. No entanto, a competição foi prolongada até outubro do ano seguinte, devido a problemas de calendário e principalmente ao impasse ocorrido no confronto das quartas-de-final entre o Botafogo e o Metropol (SC), que acabou atrasando a competição em quatro meses.

Por conta do longo atraso e da impossibilidade da Taça Brasil de 1968 acabar antes do início da Libertadores da América de 1969, a CBD decidiu em caráter especial indicar os melhores colocados da Taça Roberto Gomes Pedrosa de 1968 como os representantes brasileiros na competição continental, em substituição aos vencedores da Taça Brasil.

Confusões à parte, o torneio finalmente chegou ao fim em outubro de 1969, com o Botafogo sagrando-se campeão, batendo na final o Fortaleza. O Botafogo ainda teve o artilheiro da Taça Brasil, Ferreti, com Sete Gols.

Na TB de 1968 ocorreu uma das maiores goleadas da taça, tais como Botafogo 6X1 Metropol/SC, Atlétivo/GO 5X0 Operário/MS. O Botafogo, Campeão da Copa Brasil de 1968, contava em seu elenco com jogadores como: Ubirajara Motta, Moreira, Zé Carlos (Chiquinho Pastor), Leônidas e Botinha; Carlos Roberto e Nei Conceição; Rogério, Humberto, Ferretti e Lula. Técnico: Zagallo

Um comentário:

Camilla disse...

Muito bem estruturado, e com excelentes argumentos. Parabéns amor =)